Portuários descartaram paralisação no Paraná

Agronegócio

Portuários descartaram paralisação no Paraná

A idéia foi abandonada após um pedido da comissão formada pelo governo do Estado para resolver o impasse entre portuários e operadores com relação ao pagamento do fundo social
Por:
14 acessos

A paralisação de 12 horas, programada pelos trabalhadores para acontecer nessa segunda-feira (16-07) nos terminais do Porto de Paranaguá, acabou não acontecendo. Segundo o secretário-geral do Sindicato dos Estivadores de Paranaguá (Sindestiva), Nesias Paulino de França, a idéia foi abandonada após um pedido da comissão formada pelo governo do Estado para resolver o impasse entre portuários e operadores com relação ao pagamento do fundo social. De acordo com ele, o grupo teria pedido mais tempo para negociar com os empregadores.

O trabalho da comissão parece ter surtido efeito. Após uma reunião realizada na tarde de ontem, o presidente do Sindicato dos Operadores Portuários (Sindop) afirmou que as negociações com os trabalhadores devem ser reabertas. “Achamos que eles devem ser os primeiros a saber e vamos enviar a notificação oficial amanhã pela manhã”, disse.

No aguardo da decisão dos operadores, os filiados do Sindestiva realizaram assembléia. De acordo com Nesias, a posição foi de cautela, mas uma paralisação para amanhã foi descartada. “Fomos informados que eles estão dispostos a negociar, mas que há algumas condições. A princípio vamos esperar a comunicação oficial para tomar nossa posição”, explicou.

A discordância entre patrões e empregados começou com o corte de um fundo social, que era recebido pelos trabalhadores. Segundo o Sindestiva, o dinheiro, que representava 1,5% do montante de mão-de-obra (MMO), era usado para assistência médica dos estivadores. A paralisação de ontem seria a segunda realizada pela categoria, que busca a restituição do benefício.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink