Potencial do trigo está limitado pela ausência de chuvas
CI
Imagem: Pixabay
IMPACTO

Potencial do trigo está limitado pela ausência de chuvas

Previsão 7 dias e seus impactos nas lavouras
Por: -Aline Merladete

De acordo com o último boletim de monitoramento das condições das lavouras realizado pela Conab, as condições hídricas serão favoráveis para praticamente todas as lavouras do país ao longo desta próxima semana.

As exceções serão observadas sobre as áreas mais centrais do estado de São Paulo, norte do Paraná e sul do Mato Grosso do Sul, especialmente para as lavouras de trigo. Nestas localidades há indicativos de restrições hídricas leves ao longo da semana.

Estas restrições também atingem o milho no noroeste do Paraná e nordeste da Bahia. Porém, há uma leve recuperação no milho do interior Paulista, em relação à semana anterior.


Fonte: Conab

A previsão da semana indica tempo seco na parcela central do país. Essa condição pode favorecer o avanço das colheitas e finalização do ciclo das culturas, mas é prejudicial para o trigo sequeiro. 

Outro destaque da semana é a possibilidade do avanço de uma frente fria pela região sul, que também irá provocar queda acentuada nas temperaturas com risco de geadas.

Veja como a previsão impacta as lavouras por região ao longo da semana.

Região Sul
A passagem de uma frente fria favorece a ocorrência de chuvas, com acumulados podendo ultrapassar 100 mm no Norte do RS e Oeste e Leste de SC. No Sul do PR, chove mas com poucos volumes. A maioria dos cultivos de inverno será beneficiada pelo acúmulo de umidade no solo. No Norte do PR, não há previsão de chuva e a redução do armazenamento hídrico no solo causará restrição hídrica ao trigo. Há previsão de geada em áreas da Campanha, Sudeste do RS, além de áreas de serra do RS e de SC.

Região Sudeste
A formação de nuvens de chuva na região continuará sendo impedida pela massa de ar seco e predominarão os baixos índices de umidade relativa do ar. Essa previsão continuará beneficiando a qualidade das fibras de algodão e a secagem natural do milho 2ª safra em MG e SP. No entanto, a baixa umidade do solo restringirá o desenvolvimento do trigo sequeiro em SP, que está principalmente em estágios reprodutivos. O tempo seco favorecerá a maturação e a colheita da cana-de-açúcar e do café

Região Centro-Oeste
A predominância de uma massa de ar seco continuará impedindo a formação de chuva em todos os estados, com previsão de manutenção de baixa umidade relativa do ar. Apesar do alto risco de incêndios, essa previsão favorece a maturação e a colheita do algodão e do milho 2ª safra. No entanto, a redução da disponibilidade hídrica no solo poderá causar restrições hídricas ao trigo, majoritariamente em enchimento de grãos em MS.

Norte-Nordeste
São previstos acumulados de chuva entre 20 e 60 mm em RO, AC, AP e Noroeste do PA. No Noroeste do AM e Sul de RR, os volumes poderão ultrapassar 80 mm. Em TO, Leste de RO, Sul do PA e em grande parte da região Nordeste, não são previstos volumes de chuva significativos. Na faixa Norte do MA, PI e CE, podem ocorrer pancadas isoladas. Na Costa Leste, o tempo segue instável, com acumulados que podem superar 60 mm entre AL e PB. No entanto, a umidade no solo será suficiente para a floração e o enchimento de grãos do feijão e do milho 3ª na maior parte da região.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.