Povoado em Batalha (AL) volta a acreditar na produção de leite

Agronegócio

Povoado em Batalha (AL) volta a acreditar na produção de leite

Convênio da Associação dos Produtores do Povoado com a Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA) levou esperança ao grupo
Por: -Janice
1870 acessos
A palavra esperança voltou a ser pronunciada por agricultores de um isolado povoado localizado no sertão alagoano, município de Batalha distante 170 quilômetros de Maceió, o Povoado de Barreiros. Denominados como insistentes produtores rurais, justificada pelas condições estruturais bastante precárias, os agricultores driblavam a falta de energia e as dificuldades de acesso à comunidade, o que ainda é um desafio.

Mas um convênio da Associação dos Produtores do Povoado com a Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA) levou esperança ao grupo. A comunidade foi beneficiada com um novo tanque de resfriamento de leite, doado pelo governo do Estado através do Programa Alagoas Mais Leite, com uma instalação elétrica estável e o principal, a garantia de comercialização da produção, o que vai tirar de vez a figura do atravessador das negociações.

Segundo o representante dos cerca de vinte agricultores da associação, Carlos Alberto de Oliveira, as mudanças concretizadas há pouco mais de um mês fizeram até quem já tinha desistido de produzir leite no povoado mudar de ideia. Devido a pouca chuva, a cultura local é basicamente a produção de leite e queijo artesanal. “Há mais ou menos dois anos embarcamos em um projeto que não deu certo. Adquirimos vacas secas, um tanque de resfriamento de leite e quebramos, e agora estamos endividados. Essa parceria com a CPLA veio em excelente hora”, contou.

O projeto proposto por outra unidade cooperativa buscava incentivar a produção agrícola com a plantação de feijão, milho e outras culturas, mas os recursos para compra das sementes nunca chegaram. Como o acordo ficou só na promessa, os agricultores se recusaram a comercializar o leite com a cooperativa e passaram a ficar na mão dos atravessadores. Nesse período o litro do leite era vendido a R$ 0,57. Este foi o melhor preço que os agricultores conseguiram repassar o produto.

Hoje a realidade é outra. Como parte dos pequenos agricultores beneficiados pelo Programa do Leite em Alagoas, a associação do Povoado Barreiros recebe R$ 0,76 pelo litro de leite, um crescimento de mais de 20% no rendimento do produtor. “Não tínhamos a esperança de vender o leite por mais de R$ 0,60. Eu já tinha ouvido falar na escola sobre qualidade do leite, mas achava que não se aplicava em lugar nenhum. Essa nova parceria está nos dando conhecimento e nos ajudando a sair dessa crise”, destacou Carlos Alberto.

Os incentivos foram tantos que a comunidade que começou produzindo 300 litros de leite por dia, hoje já produz 800 litros diariamente, com a perspectiva de em poucos dias ultrapassar os mil litros dia, atingindo assim, o objetivo da CPLA. “Ficamos contentes com a motivação do pequeno produtor. Aqui vemos que eles buscam qualidade de vida, se preocupam com o futuro, não querem migrar para os centros urbanos e viverem na marginalização. E essa é a conscientização que a CPLA quer que eles tenham que a vida no campo é digna”, declarou Aldemar Monteiro, presidente da CPLA.

Durante a visita o presidente da CPLA anunciou que vai incluir os agricultores de Barreiras no programa de assistência técnica que será desenvolvido pela cooperativa, visando explorar o potencial da comunidade e ainda trabalhar a produção de outras culturas, agora em parceria com a Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri), que fornece as sementes. “As atividades alternativas são essenciais. Assim o produtor pode explorar melhor sua propriedade”, constatou.

As informações são de assessoria de imprensa.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink