Poxoréo abre hoje sua 2ª Feira Agropecuária


Agronegócio

Poxoréo abre hoje sua 2ª Feira Agropecuária

Por:
5 acessos

Agricultura, pecuária, cultura, história, culinária, artesanato, rodeio, desfile, torneios, arte, enfim uma amostragem do contexto sócio-econômico do município de Poxoréo. É com esse objetivo que a Comissão Organizadora, sob a liderança do presidente do Sindicato Rural, Zé de Souza, quer receber os convidados, empresários, produtores, a partir de hoje e transformar a Feira numa vitrine que vai retratar o novo momento da economia local.

A peculiaridade da Feagropox é que todos os segmentos organizados estão envolvidos com objetivo de mostrar que há no município possibilidades e alternativas econômicas que independem da atividade garimpeira, até pouco tempo o sustentáculo da economia local. O cultivo do maracujá, á despeito dos tropeços iniciais, é o carro chefe da fruticultura que se desenha promissora. De maneira mais tímida o abacaxi já se faz presente na região e, o caju tem merecido a atenção dos produtores.

“São alternativas que vêm se constituindo em um amplo gerador de emprego e renda para os filhos de Poxoréo, que agora vislumbra um futuro mais promissor. Juntos, fomos criando alternativas e agora podemos celebrar um novo momento da economia de Poxoréo”, disse o prefeito Antonio Rodrigues, (PMDB).

O vereador Carlos Coutinho (PP), avalia que apesar de os números atuais ainda não refletirem todo o potencial do município, a perspectiva é que os índices de produtividade e comercialização sejam ampliados em tempo recorde. Segundo ele, “o povo encontrou alternativas econômicas para Poxoréo, agora, com o poder público incentivando, os números começam a ser ampliados e serão maiores, com certeza, em pouco tempo”.

Subsistência - A Feira vai mostrar, dentre outros produtos, o sucesso no cultivo do milho no distrito de Paraíso do Leste, como cultura de subsistência e a importância do produto na culinária local. Segundo Zé de Souza, vai haver durante a Feira “uma demonstração dos pratos mais comuns que têm o milho como ingrediente principal e, conseqüentemente incentivar o seu aproveitamento na nossa culinária”.

Os produtores de mandioca vão marcar presença com a demonstração da fécula na produção de pães. Nesse sentido o presidente da Assembléia Legislativa, deputado J. Barreto, PL, apresentou um projeto de lei em que as panificadoras seriam obrigadas a usar um percentual da fécula na produção do pão francês, vetado pelo governo. Os defensores da idéia atribuíram o veto ao lobby do trigo, forte no país. O veto não impede o uso da fécula na produção de pão caseiro e, isso será demonstrado e difundido através de uma palestra que será ministrada dra. Elida, entusiasta da idéia.

Os artesãos também estarão presentes à II Feagripox. Trabalhos em madeira, em bucha vegetal, no famoso “fuxico”, ponto cruz, bordado e outras estarão expostos. O destaque fica para a marchetaria, arte milenar, vem sendo resgatada em Poxoréo. Lá é possível encontrar uma Capela cujo altar é totalmente confeccionado em marchetaria.

Durante o Evento, o visitante poderá ainda, conhecer as potencialidades turísticas do município, através de um vídeo, editado sob a orientação da coordenadora do turismo, Sandra Sol. Nele é possível curtir as belezas de cachoeiras, lagoas, pousadas, e outros atrativos da beleza de Poxoréo.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink