Precipitações de janeiro controlam o avanço do deficit nas lavouras
CI
Agronegócio

Precipitações de janeiro controlam o avanço do deficit nas lavouras

A estiagem que prejudica os produtores paranaenses começa a dar uma trégua
Por:
A estiagem que prejudica os produtores paranaenses começa a dar uma trégua. Desde o início do mês, chuvas esporádicas têm amenizado o problema e o volume de precipitações dos últimos dias trouxe fôlego às lavouras do Estado, principalmente na região Norte. O sojicultor João Francisco, de Londrina, viu o solo, que em dezembro estava marcado pela seca, se recuperar e agora almeja rentabilidade com a produção da próxima safra.


Na propriedade de 290 hectares, o solo estava visivelmente rachado e o prejuízo na produção era certo. ''O problema estava crítico em dezembro, mas agora com as chuvas de janeiro a situação melhorou muito'', avalia. Segundo ele, as chuvas dos dois últimos dias recuperaram consideravelmente a situação da lavoura.


Segundo a agrometeorologista do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), Heverly Morais, a previsão é de chuvas em maior volume para o final de semana, consequência do avanço de uma frente fria pelo Estado.

No entanto, seguindo as características do fenômeno meteorológico La Niña, as chuvas irão ocorrer de forma irregular e abaixo da média. Para Londrina, a previsão é de que os próximos dias somem um volume de aproximadamente 70 mm, enquanto para a região Oeste, o volume esperado é menor, com cerca de 30 mm em Cascavel.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.