Preço da carne bovina subiu no atacado
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)

Imagem: Marcel Oliveira

CARNE

Preço da carne bovina subiu no atacado

Mercado de carne sem osso no atacado teve alta de 0,5% nesta seman
Por:
257 acessos

Depois das constantes valorizações do boi gordo, o mercado de carne sem osso no atacado teve alta de 0,5% nesta semana, na média de todos os cortes pesquisados pela Scot Consultoria. O aumento foi puxado pelos cortes do dianteiro, que apresentaram uma valorização de 1,0%, frente à valorização de 0,4% nos cortes do traseiro.

Na comparação anual, houve aumento de 21,9% na média de todos os cortes pesquisados, também puxada principalmente pelos cortes do dianteiro, com valorização de 29,8% no período. A flexibilização da quarentena, com a reabertura gradual do comércio em alguns municípios, contribuiu para o cenário de alta. Entretanto, a volta de alguns decretos municipais e o “zumbido” da renegociação dos contratos estabelecidos pela China podem alterar o curso deste reajuste no curto/médio prazos.

Por ora, as exportações seguem em ritmo aquecido. Na primeira semana de julho o Brasil embarcou 17,73 mil toneladas de carne bovina in natura, gerando uma receita de US$71,37 milhões (Secex). A média diária exportada ficou em 5,90 mil toneladas, frente às 5,79 mil toneladas embarcadas em igual período de 2019.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink