Preço da cebola é o maior em dois anos

Imagem: Eliza Maliszewski

ELEVAÇÃO

Preço da cebola é o maior em dois anos

De acordo com a Conab a menor oferta elevou os valores
Por: -Eliza Maliszewski
243 acessos

O preço da cebola está nas alturas. É o que apontou o 6º Boletim Prohort, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Pelo quarto mês consecutivo o bulbo teve aumento de preços, ficando acima dos R$ 4,00 o quilo, número que não era alcançado desde maio de 2018. Na Ceagesp - São Paulo, os preços que estavam próximos a R$ 4,50/Kg, no início de junho ficaram em R$ 4,20/Kg.

A alta foi registrada em todas das oitos centrais de abastecimento pesquisadas. Os maiores índices são da Ceasa/RJ - Rio de Janeiro (56,40%), da Ceasa/CE - Fortaleza (39,04%) e Ceasa/PR - Curitiba (31,82%). Em todas as capitais a alta superou os 18%.

Entre os motivos para esta alta está o encerramento da safra de Santa Catarina, que reduziu a quantidade enviada aos mercados. Somado a isso, o atraso na saída da cebola da região Nordeste e o fato das safras em Goiás (Cristalina) e no Triângulo Mineiro estarem ainda em seu início, não sendo suficientes para reduzir os preços desta cultura. 

As importações também cresceram. O volume passou de 48,4 mil toneladas para 74,3 mil tonladas, ou seja, 53% de aumento. Na comparação com o mesmo mês em 2019, a alta das importações é ainda maior, chegando a 124%.

A expectativa é que o preço da cebola pode começar a reduzir a partir deste mês, quando o abastecimento da cebola é feito por várias regiões produtoras no país e é esperado o aumento da oferta.


 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink