Preço da gasolina acumula alta de 11,41% em três meses
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,632 (-1,41%)
| Dólar (compra) R$ 5,51 (-1,34%)

Imagem: Divulgação

ALTA

Preço da gasolina acumula alta de 11,41% em três meses

preço médio da gasolina comum no Brasil subiu 2,74% em agosto
Por:
81 acessos

O preço médio da gasolina comum no Brasil subiu 2,74% em agosto na comparação com o mês anterior, segundo levantamento feito pela ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas. O valor, que vinha em queda desde janeiro, já havia subido em junho e julho e voltou a aumentar em agosto, pelo terceiro mês consecutivo, chegando a R$ 4,468 e acumulando uma alta de 11,41% em relação a maio. 

O aumento no preço da gasolina reflete a retomada das atividades econômicas após a crise causada pela pandemia do novo coronavírus no mundo, que diminuiu a circulação de veículos no Brasil.

Em agosto, a maior alta foi registrada em Goiás (5,67%). O Estado do Amazonas registrou a menor variação no valor do combustível no período (0,69%).

Obtidos por meio do registro das transações realizadas entre os dias 1º e 31 de agosto com o cartão de abastecimento da ValeCard em cerca de 20 mil estabelecimentos credenciados, os dados mostram que Rio Branco, Belém e Rio de Janeiro têm os preços mais altos entre as capitais. As capitais com preços mais baixos são Curitiba, Vitória e Manaus.  

Curitiba e Vitória tem menores preços entre as capitais

As capitais do Paraná (R$ 4,044), Espírito Santo (R$ 4,102) e Amazonas (R$ 4,119) foram as que apresentam preços menores em agosto. Já Rio Branco, no Acre, foi a capital com maior preço médio (R$ 4,922).

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink