Preço da soja na Argentina atinge novo recorde

Agronegócio

Preço da soja na Argentina atinge novo recorde

A oleaginosa registrou nessa terça-feira um novo recorde ao ser cotada a 725 pesos a tonelada em Rosario
Por:
285 acessos

Alheia às discussões que envolvem a expansão da área de soja na Argentina, a oleaginosa registrou nessa terça-feira (04-09) um novo recorde ao ser cotada a 725 pesos a tonelada em Rosario. Este valor, que ficou 25 pesos acima do preço de segunda-feira, superou os 717 pesos do dia 22 de janeiro de 2004, que até era o recorde no mercado local.

Mas o bom momento dos preços dos grãos, que responde à firmeza do mercado internacional, não se esgota na soja. Nessa segunda também houve altas para o trigo da nova colheita (a partir de dezembro), que foi negociado a US$ 195 por tonelada nos portos de Rosário e Bahía Blanca, com melhora de US$ 5. Este grão se localiza hoje nos níveis históricos mais altos na bolsa de Chicago (principal referência mundial para as commodities agrícolas), com um preço de US$ 295,97 por tonelada.

A notícia é boa tanto para os produtores quanto para o Estado, que verá incrementada a renda que é obtida através da cobrança de retenções às exportações de grãos. No entanto, nem tudo é alegria, uma vez que a persistente alta das cotações do trigo gera um problema de difícil resolução para o governo, por sua implicação nos valores de vários produtos da cesta básica de alimentos, como o pão. As informações são do E-campo.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink