ANÁLISE AGROLINK

Preço da soja oscila no negativo

Desvalorizações entre 0,25 e 0,50 ponto
Por: -Leonardo Gottems
121 acessos

O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou nesta quarta-feira (29.11) leve queda de 0,50 centavo de Dólar no contrato de Janeiro/18 (o mais negociado no momento), fechando em US$ 9,925 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com desvalorizações entre 0,25 e 0,50 ponto.

O dia foi de ligeiras perdas nas principais cotações dos futuros no mercado norte-americano da soja, praticamente estagnado. Os investidores seguem realizando poucos negócios, e nem uma nova venda para a China de 263 mil toneladas de soja americana (safra 2017/18) foi suficiente para reverter essa tendência. 

“Os aumentos das cotações em Chicago e os problemas com o esmagamento na China (que voltou a crescer nesta semana) a demanda por farelo de soja na Argentina aumentou. Isto provocou a melhora dos prêmios do farelo nos portos daquele país. Até a última sexta-feira (24.11) os descontos eram de -20 dólares/tonelada curta sobre as cotações de Chicago para embarque em dezembro e, nesta semana, o desconto caiu para -18, segundo informações que obtivemos em Buenos Aires”, comenta o analista Luiz Fernando Pacheco, da Consultoria Trigo e Farinhas.

De acordo com o especialista, o mesmo aconteceu com o contrato de janeiro/2018. Março/2018 e abril/2018 ficaram em -20 (não havia demanda na semana passada) e, a partir de maio, o desconto continua igual em -21, indicando que a demanda deverá estar normalizado naquela época. As cotações de farelo estão puxando, por sua vez, as de soja em grão”, conclui Pacheco. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink