MERCADO FÍSICO

Preço da soja volta a cair no Brasil

Seguindo uma tendência observada na Bolsa de Chicago
Por: -Leonardo Gottems
343 acessos

As cotações da soja tiveram na quarta-feira (29.11) um dia de perdas nos preços do mercado físico brasileiro, seguindo uma tendência observada na Bolsa de Chicago (CBOT). Por exemplo, no interior do País, a saca de soja (60 quilos) foi vendida a R$ 53,88 em Sorriso (Mato Grosso) – o que significou baixa de 0,50% sobre o valor oferecido na última avaliação.

Já no Porto de Paranaguá (Paraná), a saca de 60 quilos da oleaginosa disponível foi comercializada por R$ 73,00, o que representou baixa de 1,35% sobre a última cotação. Todos os preços são FOB (Free On Board – contrato de exportação com custos de transporte interno incluso até o carregamento do navio).

FUNDAMENTOS

“O plantio da safra de soja da temporada 2017/2018 no estado do Paraná atingiu 98% da área prevista de 5,453 milhões de hectares no estado, informou o Departamento de Economia Rural (Deral) nesta terça-feira (28.11). O número representa avanço de 2 pontos porcentuais em relação ao apurado na semana passada. Das lavouras já plantadas, 90% estão em boa situação, desempenho estável quando comparado ao do levantamento anterior”, informa a Consultoria Trigo & Farinhas.

De acordo com a T&F, o Brasil quer aumentar em 50% o uso de etanol e biocombustíveis até 2030, e para tanto ganha forças na Câmara dos Deputados do Brasil um novo mandato do uso de combustíveis renováveis: “O projeto prevê que até 2030 o uso de etanol e biodiesel seja alavancado em 50% dos atuais níveis, alcançando 40 bilhões de litros anuais. No entanto, o projeto ainda deve ser ratificado pelo Senado e designado a se tornar lei pelo vigente Presidente Temer”.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink