MERCADO FÍSICO

Preço da soja volta a subir no Brasil

Valorização de 3,77% na praça de Sorriso (MT)
Por: -Leonardo Gottems
894 acessos

As cotações da soja voltaram a registrar valorizações no mercado físico brasileiro, acompanhando a tendência de ganhos nos preços praticados na Bolsa de Chicago (CBOT). Por exemplo, no interior do País, a saca de soja (60 quilos) foi vendida a R$ 55,00 em Sorriso (Mato Grosso). A cotação significou uma valorização de 3,77% sobre os R$ 53,50 oferecidos na última avaliação.

Já no Porto de Paranaguá (Paraná), a saca de 60 quilos da oleaginosa disponível atingiu o valor de R$ 72,00, o que representou um ganho de 0,77% em relação à cotação anterior (R$ 71,45). Todos os preços são FOB (Free On Board – contrato de exportação com custos de transporte interno incluso até o carregamento do navio).

FUNDAMENTOS

“As previsões climáticas começam a adentrar os primeiros dias de novembro, trazendo a chegada de chuvas expressivas e generalizadas para a maioria da região sojicultora do Brasil. O período de seca e temperaturas elevadas que se estabelece sobre o Centro do país tem os dias contados. A massa de ar quente de alta pressão perde forças no dia 23, dando espaço para a chegada da primeira rodada de chuvas sobre a região que sofre com as estiagens”, afirma a Consultoria AgResource. 

De acordo com os mapas climáticos da agência meteorológica independente ECMWF, os analistas apontam que uma nova rodada de índices pluviométricos ainda mais intensos é observada a partir do dia 28, quando chuvas de 30-40mm tomarão conta de todo o Centro-Oeste do Brasil, o lado sul de Minas Gerais, todo o estado de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e o norte do Rio Grande do Sul.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink