Preço do algodão atinge maior patamar nominal desde abr/11

Algodão

Preço do algodão atinge maior patamar nominal desde abr/11

Valor do algodão em pluma segue em alta no mercado brasileiro, impulsionado pela oferta restrita
Por:
86 acessos

O valor do algodão em pluma segue em alta no mercado brasileiro, impulsionado pela oferta restrita. Entre 8 e 15 de maio, o Indicador do algodão CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, subiu 4,2%, fechando a R$ 3,5758/lp no dia 15 – o maior valor diário nominal desde o dia 14 de abril de 2011 (R$ 3,6246). Segundo colaboradores do Cepea, vendedores têm disponibilizado poucos lotes da pluma no spot, pelos quais pedem valores acima dos ofertados por compradores.

Essa postura mais resistente de vendedores neste momento está balizada no bom escoamento da safra 2016/17 (principalmente com exportações), na desvalorização do Real nos dois últimos meses (que desfavorece as importações) e nas incertezas quanto ao período de entrada da nova safra no mercado spot (que vai depender de como será o final do ciclo da lavoura). Do lado comprador, muitos adquirem pequenos volumes para atender a necessidades rápidas. Outras indústrias estão fora do mercado, trabalhando com a matéria prima já contratada e/ou diminuem a produção. Empresas alegam dificuldade em repassar as valorizações da pluma aos derivados e, com isso, se mantêm na expectativa de queda no preço do algodão com o avanço da colheita da nova safra. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink