Preço do boi gordo em Goiás segue firme
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,140 (0,73%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,05%)


Agronegócio

Preço do boi gordo em Goiás segue firme

Esta semana, a média dos preços do boi gordo está em R$ 0,61 maior que a da semana passada
Por:
964 acessos
Esta semana, a média dos preços do boi gordo está em R$ 0,61 maior que a da semana passada e R$ 0,80 a mais para a arroba da vaca, registrando R$ 88,27 e R$ 83,61, respectivamente. Mesmo com a oferta de animais de confinamento, a demanda ainda é suficiente para manter os preços reagindo.

O abate sob inspeção federal em Goiás, registra 9% de redução em agosto, comparado com julho. Devemos ter mais referências amanhã, onde o IBGE divulgará os números de abates com inspeção estadual e municipal. Essa informação poderá esclarecer se, o fato de alguns frigoríficos com sif estarem fechados, fez com que reduzisse o abate neste período com a migração para outros de mercado interno, ou se realmente há uma redução geral no abate.

O indicador de preço disponível do Boi Gordo Esalq/BM&FBOVESPA - Estado de São Paulo reduziu em 0,09% no preços determinado ontem (28), indicando provavelmente uma melhor oferta de animais no dia, de outras praças ou contratos a termo.

Quanto aos preços futuros, houve variação negativa somente no mês de dezembro/10(-0,09%) e para os demais, todos reagiram e continuam indicando a situação de escassez de mercado, registrando altas. Para outubro/10 o valor fechou em R$ 92,85 e R$ 93,90 para novembro/10.

As expectativas para o mercado de boi gordo continuam favoráveis e segundo informações provenientes do 18° Congresso Mundial da Carne, o Brasil está sendo visto e, dito por ingleses e americanos, que é um dos países em pleno crescimento no mercado mundial e com grande potencial produtivo, não deixando de lado as questões ambientais porém, mais amenos com as colocações.

Neste sentido, o Brasil também se prepara tecnicamente com estudos específicos, para referendar as qualidades dos nossos produtos e para discutir e questionar colocações negativas e imagens atribuídas à pecuária brasileira, na maioria das vezes, de forma equivocada nessas questões ambientais, principalmente.
 

MERCADO FUTURO BM&F/BOVESPA –  28/09/10

Vencimentos

Preço de Fechamento (R$/@)

Variação (%)

Diária

Preços para Goiás*

Setembro/10

93,71

0,03

89,71

Outubro/10

92,85

0,35

88,85

Novembro/10

93,80

0,15

89,80

Dezembro/10

93,90

-0,09

89,90

Janeiro/11

92,51

0,01

88,51

Fevereiro/11

92,62

0,01

88,62

Março/11

91,75

0,02

87,75

Abril/11

89,76

0,01

85,76

Maio/11

87,01

0,01

83,01

Junho/11

87,22

0,02

83,22

Outubro/11

91,71

0,01

87,71

 

* Considera-se os preços de Goiás a partir de uma diferença de preços histórica de R$ 4,00/@, com o preço médio de São Paulo. Esta diferença pode em alguns momentos  variar a mais ou a menos e, não equivaler ao preço de mercado atual, que sofre várias influências de mercado.

A análise da arroba do boi é produzida pela Gerência de Estudos Técnicos e Econômicos da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg).

Gerente de Estudos Técnicos e Econômicos: Edson Alves Novaes
Autor do artigo e responsável técnico: Christiane de Paula Rossi

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink