Preços da manga seguem com grande amplitude no atacado

ATACADO

Preços da manga seguem com grande amplitude no atacado

Vale lembrar que as mangas menos prejudicadas são comercializadas normalmente no mercado de mesa
Por:
866 acessos

Os preços da manga seguiram com grande amplitude no atacado de São Paulo (SP) nos últimos dias. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, as chuvas continuam elevando a disseminação de bacterioses nos pomares do estado, influenciando a qualidade das frutas disponíveis.

Vale lembrar que as mangas menos prejudicadas são comercializadas normalmente no mercado de mesa. Ainda assim, os valores praticados em SP – principalmente os da palmer, cuja oferta é superior na região – são bem mais baixos do que os observados em outras praças, o que justifica a ampla diferença entre as cotações.

Com a menor qualidade das frutas de SP, o volume de mangas do semiárido, principalmente do Vale do São Francisco (PE/BA), voltou a aumentar nos boxes paulistanos. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, algumas cargas também chegam de Livramento de Nossa Senhora (BA) e do Norte de MG. Na Ceagesp, os preços da palmer tiveram média de R$ 3,08/kg entre 3 e 7 de fevereiro, alta de 15% frente à da semana anterior. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink