Preços do açúcar fecham em ligeira alta na Ice nesta quarta-feira

AÇÚCAR

Preços do açúcar fecham em ligeira alta na Ice nesta quarta-feira

Na quarta-feira os preços do açúcar branco fecharam mistos na bolsa de Londres
Por:
107 acessos

Os preços do açúcar bruto fecharam com ligeira valorização na bolsa de Nova York nesta quarta-feira (5). Os lotes para o vencimento março/20, que expiram no próximo dia 14, valorizaram 2 pontos, com negócios firmados em 14.73 centavos de dólar por libra-peso. Já a tela de maio/20 foi comercializada a 14.51 cts/lb, com alta, também, de 2 pontos. Os demais contratos subiram entre 3 e 5 pontos.

Em matéria assinada pelo jornalista Roberto Samora, da Reuters, a Archer Consulting destacou que as usinas brasileiras já teriam fixado os preços das exportações de pelo menos 12 milhões de toneladas de açúcar para a safra 2020/21, ou seja, próximo a 62% do total que o mercado estima que o Brasil vai exportar da commodity neste período.

"O percentual de fixações para 2020/21 está bem acima da média dos últimos cinco anos nesse período, que é de 39,8%. O valor médio apurado das fixações é de 13,67 centavos de dólar por libra-peso, ante 13,08 centavos de dólar por libra-peso para a safra 2019/20, no mesmo período do ano passado", destacou Arnaldo Luiz Corrêa, da Archer para a Reuters.

Londres

Na quarta-feira os preços do açúcar branco fecharam mistos na bolsa de Londres. No vencimento março/20, a commodity foi negociada em US$ 413,60 a tonelada, 10 cents de dólar a menos que a véspera. A tela de maior liquidez, com vencimento em maio/20, foi comercializada a US$ 406,80 a tonelada, alta de 70 cents de dólar. Nos demais vencimentos a commodity fechou valorizada entre 10 e 90 cents de dólar.

Mercado doméstico

No mercado interno o açúcar cristal fechou em alta pelos índices do Cepea/Esalq, da USP, com a saca de 50 quilos negociada em R$ 76,71, valorização de 0,79% no comparativo com os preços praticados na véspera.

Etanol diário

Já o etanol hidratado fechou no vermelho nesta quarta-feira, pelos índices da Esalq/BM&F Bovespa, Posto Paulínia. O biocombustível foi comercializado pelas usinas em R$ 2.174,50 o metro cúbico, contra R$ 2.180,00 o m³ da véspera, baixa de 0,25% no comparativo entre as datas.
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink