Preços do leite ao produtor subiram, mesmo com a produção aumentando

Leite

Preços do leite ao produtor subiram, mesmo com a produção aumentando

Preços do leite ao produtor subiram pelo sétimo mês consecutivo. Segundo levantamento da Scot Consultoria
Por:
48 acessos

Os preços do leite ao produtor subiram pelo sétimo mês consecutivo. Segundo levantamento da Scot Consultoria, no pagamento de agosto, referente ao leite entregue em julho, a média nacional ficou em R$1,246 por litro, sem o frete. Houve alta de 1,4%, frente ao pagamento anterior, que tinha registrado aumento de 5,6%. Desde o começo do ano, a alta acumulada é de 21,3% (média nacional). Na comparação com o mesmo período do ano passado, o produtor está recebendo 10,6% a mais este ano.

Os preços pagos aos produtores subiram mesmo com a produção aumentando no Sul do país e retomando o crescimento em Minas Gerais, São Paulo e Goiás no último mês. Em agosto, os dados parciais apontam para um aumento de 3,0% na captação (média nacional), frente a julho deste ano.

Esta alta de preços do leite entregue em julho (pago em agosto) pode ser explicada pela menor produção este ano, frente a anos anteriores. Segundo o Índice Scot Consultoria, considerando a média nacional, o volume captado em agosto de 2018 foi 11,3% menor que em igual mês de 2017. Para o pagamento a ser realizado em setembro, referente a produção de agosto, 22% dos laticínios pesquisados pela Scot Consultoria acreditam em alta do preço do leite ao produtor (maioria localizada no Nordeste), 42% falam em estabilidade e os 36% restante estimam quedas nos preços, frente ao pagamento anterior.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink