Preços do trigo: Moinhos gaúchos não compram
CI
Imagem: Marcel Oliveira
COTAÇÕES

Preços do trigo: Moinhos gaúchos não compram

Em Santa Catarina, a colheita foi acelerada pelo tempo
Por: -Leonardo Gottems

A grande maioria dos moinhos gaúchos comprou sabiamente lotes antecipados no início da safra, algo entre 100-150 mil toneladas no total, que estão sendo entregues neste momento e que os abastecem pelo menos nestes meses de outubro até o final de novembro. Foi isso que afirmou a TF Agroeconômica. 

“Compradores de trigo a R$ 1.300,00/1.350,00/t, mas, não há ofertas no mercado. Quando eventualmente há, até para lotes pequenos os vendedores não aceitam menos que R$ 1.400,00/t.  Os preços de pedra subiram R$ 1,50/saca para R$ 74,00 (R$ 1.234,00/t) em Santa Rosa, permaneceram a R$ 75,00 (R$ 1.250,00/t) em Panambi e R$ 76,00 (R$ 1,267,00/t) em Sarandi. Com 35% colhido (a Emater fala em 31%) a condição do trigo continua 25% em ruim, que é a quebra, 30% mediana e 45% boa”, comenta. 

Em Santa Catarina, a colheita foi acelerada pelo tempo e pode terminar esta semana no Oeste. “A colheita do trigo já atingiu 90% no Oeste do estado, 15% no centro e ainda não começou no Leste do estado. O clima excessivamente seco acelerou a maturação das lavouras e a colheita, que poderá terminar esta semana na região Oeste do estado. Os preços ao produtor no estado giram entre R$ 72,00 (R$ 1.200,00/t) e R$ 64,00/saca (R$ 1.067,00/t), com grandes disputas para atrair as entregas entre cooperativas e cerealista”, completa. 

No Paraná, o comprador já aceita R$ 1.450,00 CIF moinho, mas reluta, porque tem contratos a receber com preços menores. “O preço do trigo não para de subir em plena colheita. Vendedor que não precisa de dinheiro agora só aceita R$ 1.500,00/te comprador já aceita R$ 1.450,00 no moinho, mais ainda relutante em aumentar o preço, porque tem contratos antecipados para receber. O vendedor que não precisa de dinheiro, colhe e guarda e vai deixar para vender mais pra frente”, conclui. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink