Preços globais de alimentos recuam em junho, diz FAO
CI
Agronegócio

Preços globais de alimentos recuam em junho, diz FAO

Índice de preços da FAO para cereais ficou em 196,2 pontos em junho
Por:
A perspectiva para a oferta mundial de cereais e óleos comestíveis melhorou em junho, contribuindo para a terceira queda consecutiva nos preços globais de alimentos, disse nesta quinta-feira a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).


O índice de preços da FAO, que mede mudanças mensais em uma cesta de cereais, oleaginosas, lácteos, carne e açúcar, ficou na média de 206 pontos em junho, queda de 3,8 pontos ou 1,8 por cento ante maio.

A cifra ficou quase 2,8 por cento abaixo de junho de 2013 e é a menor desde janeiro, com os preços de cereais recuando devido a melhores perspectivas de safra e redução das preocupações sobre interrupção dos embarques na Ucrânia.

O índice de preços da FAO para cereais ficou em 196,2 pontos em junho, queda de 10,9 pontos, ou 5,2 por cento, ante 207 pontos da revisão de maio, principalmente devido a uma queda de quase 7 por cento no trigo e no milho.

A agência da ONU elevou sua previsão para a produção global de cereais em 2014 em 21,5 milhões de toneladas, em comparação com estimativa anterior, de maio, de 2,478 bilhões de toneladas.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink