Preços pagos ao produtor rural paulista sobem 0,6% em julho
CI
Agronegócio

Preços pagos ao produtor rural paulista sobem 0,6% em julho

No acumulado dos últimos 12 meses, alta registrada é de 4,64%
Por:
No acumulado dos últimos 12 meses, alta registrada é de 4,64%

O Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR) registrou alta de 0,6% no mês de julho. A pesquisa, que mede os preços pagos ao produtor rural no Estado, foi realizada pelo Instituto de Economia Agrícola da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento(IEA/Apta). É a oitava elevação seguida registrada. No acumulado dos últimos doze meses, a variação ficou positiva em 4,64%.
Os produtos que mais ficaram caros foram o tomate para mesa (64,23%), café (10,77%), soja (10,17%), milho (9,77%) e amendoim (9,08%). Fatores como mudanças climáticas e aumento de demanda puxam os preços para cima. Já na outra ponta, os produtos que mais caíram foram batata (-13,35%), cana-de-açúcar (-0,91%) e carne bovina (-0,53%).

A pesquisa completa está disponível aqui.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink