Preços recebidos pelo produtor registram primeira alta no ano

Preços

Preços recebidos pelo produtor registram primeira alta no ano

No acumulado em 12 meses, o IICP registra alta de 7,32%. Resultado bem acima do IPCA no mesmo período que ficou em 4,58%
119 acessos

Após cinco meses de quedas consecutivas, o Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelos Produtores Rurais (IIPR) fechou março em alta. O indicador registrou 1,95%, tendo os preços da soja, trigo e suínos como destaques. Os dados foram divulgados nesta terça-feira, dia 23, pelo Sistema Farsul. O relatório também aponta aumento no Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP) de 0,32%, movimento contrário aos resultados dos três meses anteriores. Mesmo com a queda nos preços dos fertilizantes, o resultado teve a influência do aumento nos custos dos defensivos agrícolas.

No acumulado em 12 meses, o IICP registra alta de 7,32%. Resultado bem acima do IPCA no mesmo período que ficou em 4,58%. Os insumos que tiveram forte participação no aumento dos custos de produção foram fertilizantes e agroquímicos, especialmente pela variação cambial. Mas, se os custos no campo apresentam inflação superior ao índice de preço ao consumidor, movimento inverso acontece na relação entre os preços pagos aos produtores e os praticados nas gôndolas dos mercados. Enquanto, em 12 meses, o IIPR ficou em 5,74%, o IPCA Alimentos atingiu 6,74%.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink