Prêmio de melhor produtor de leite de Alagoas será lançado no Proleite
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,156 (0,78%)
| Dólar (compra) R$ 5,59 (-0,39%)


Agronegócio

Prêmio de melhor produtor de leite de Alagoas será lançado no Proleite

A criação do prêmio atende ao pleito do Sindicato Rural dos Produtores de Leite de Alagoas (Sindileite) e da Cooperativa da Produção Leiteira de Alagoas (CPLA), que buscam a valorização e o melhoramento da produção do leite no Estado
Por: -Silvano
763 acessos
 Focado no desenvolvimento da Cadeia Leiteira de Alagoas, o Seminário para Produtores de Leite e Derivados (Proleite) vai premiar o melhor produtor de leite do Estado. No final das atividades do dia 27, dia destinado a debater mercado e políticas, a Cadeia Produtiva de Leite e Derivados de Alagoas, da qual faz parte o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/AL), vai lançar o Prêmio de Qualidade dos Produtores de Leite. O objetivo é reforçar a necessidade para os padrões de produção exigidos pelos órgãos oficiais.

A criação do prêmio atende ao pleito do Sindicato Rural dos Produtores de Leite de Alagoas (Sindileite) e da Cooperativa da Produção Leiteira de Alagoas (CPLA), que buscam a valorização e o melhoramento da produção do leite no Estado. De acordo com o presidente do Sindileite, André Ramalho, o prêmio surgiu com o intuito de provocar os produtores a buscarem qualidade e dedicação à produção.

“Estamos debatendo parâmetros para avaliação do desempenho dos produtores de leite alagoanos. Com isso, buscamos a excelência da produção, o que irá refletir, com certeza, na remuneração desses produtores. No Paraná, por exemplo, há uma cadeia estritamente organizada, onde existe uma política de formação de preço com base na qualidade, ou seja, remunerar melhor quem produz melhor, e é esse projeto que queremos implantar”, afirmou André Ramalho.

O presidente do Sindileite avaliou, ainda, que com o aumento da qualidade do leite produzido em Alagoas, o crescimento do consumo e das exportações será uma consequência. Atualmente, o número de brasileiros que consomem leite no país está abaixo do preconizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Conforme dados do Sindileite, Alagoas exporta leite para Venezuela, Angola, Argentina, Filipinas, Argélia, Trindade e Tobago, Emirados Árabes, Paraguai, Chile e Tunísia.

O consultor de empresas do Núcleo de Tecnologia de Alimentos do Senai/AL, Israel de Alcântara, ressaltou o potencial da Cadeia Leiteira do Estado e a importância do Proleite para o fortalecimento do setor. “Tudo que é abordado no seminário caminha para a consolidação de uma produção de qualidade. È o espaço de aprender e debater sobre o que é melhor para cadeia produtiva”, destacou.

O seminário para Produtores de Leite e Derivados terá mais dois dias de atividades. No dia 28 será o Dia do Produtor Rural e no dia 29, Dia do Laticinista. O evento conta com a parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o apoio do Sindicato Rural dos Produtores de Leite de Alagoas (Sindileite), Sindicato das Indústrias e Laticínios do Estado de Alagoas (SileAL), Cooperativa da Produção Leiteira de Alagoas (CPLA), Associação dos Criadores de Alagoas (ACA), Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri) e Resultados da Pesquisa Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Informações: 2121-3044.

As informações são de assessoria de imprensa.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink