Presidente da Faeg prestigia o 15º Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha

Agronegócio

Presidente da Faeg prestigia o 15º Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha

Foi dada a largada ao 15° Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha 2016 - evento sediado em Goiás - no Centro da Universidade Federal de Goiás.
Por:
743 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Foi dada a largada ao 15° Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha 2016 - evento sediado em Goiás - no Centro da Universidade Federal de Goiás (UFG) - entre os dias 20 a 22 de setembro. A solenidade de abertura iniciada oficialmente nesta terça-feira (20), reuniu pesquisadores, professores, alunos de Agronomia, técnicos e extensionistas rurais, produtores e consultores da agropecuária do país, além do presidente da Federação da Agricultura de Goiás (Faeg), José Mário Schreiner, um dos nove integrantes que compôs a mesa diretória e também o vice-presidente da Faeg e presidente Associação dos Produtores de Soja de Goiás (Aprosoja Goiás), Bartolomeu Braz.

Na ocasião, Schreiner explanou sobre a importância da temática e destacou o espaço que cada vez mais o Brasil tem ganhado no setor agropecuário. Além disso, relembrou a necessidade de o produtor rural investir em novas tecnologias. “É relevante colocar em pauta assuntos que norteiam o cenário atual do agronegócio, a fim de permitir uma discussão mais abrangente sobre este setor. Com toda certeza, só temos a avançar”, delineou.

Em contrapartida, José Mário trouxe à tona a atual situação política e econômica que o Brasil atravessa, sinalizando a oportunidade de mudar e pensar diferente. “Precisamos destacar mais o setor agropecuário. Para isso, é necessário ter coragem para enfrentar os problemas, inclusive as questões ambientais e o desemprego que assola o Brasil. Afinal, são 13 milhões de desempregados. Portanto, cabe uma reflexão, um posicionamento diferente do povo brasileiro, porque a base econômica do nosso País é a agropecuária”, disse.

Plantio Direto

O presidente da Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação (Febrapdp), Alfonso Sleutjes, destacou em números a importância em difundir conhecimento para uma produção sustentável focada na alimentação das próximas gerações. “Enquanto 33% dos solos no mundo estão degradados, 70% da área de agricultura brasileira, correspondente a 35 milhões de hectares, conta com a técnica de plantio direto na palha, que utiliza os restos vegetais de culturas anteriores, mas apenas 14% delas tem um Plantio Direto de qualidade. Precisamos de melhorar a renda e fortalecer uma boa política de crédito” destacou.

Realizando pela Febrapdp, neste ano, o evento irá abordar conhecimentos em relação à rotação de culturas, controle de invasoras resistentes, manejo de doenças do solo, controle biológico de pragas e doença como nematoides, fertilidade do solo, stress hídrico, mecanização agrícola e sistemas integrados de produção, sem perder de vista a conservação do solo e da água e as características do ambiente das lavouras para a melhoria da eficiência da produção e de renda da atividade agropecuária.

Durante os três dias de encontro serão apresentadas as pesquisas e práticas referentes aos sistemas de produção agrícola, meio ambiente e geração de renda para os agricultores, entre outros temas, como a diversificação de espécies agrícolas e a minimização ou supressão do intervalo de tempo entre colheita e semeadura.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink