Presidente do Sindicato Rural de Lucas do Rio Verde (MT) afirma que volume de chuva é inédito
CI
Agronegócio

Presidente do Sindicato Rural de Lucas do Rio Verde (MT) afirma que volume de chuva é inédito

Por:

O presidente do Sindicato Rural de Lucas do Rio Verde, Helmut Lawisch, afirma que a situação vivenciada por vários municípios do Médio Norte e Norte de Mato Grosso é inédita. "Há mais de 20 anos na região nunca vimos isso acontecer, o que deveria chover em um mês está acontecendo em um único dia", ressalta. As precipitações em Lucas do Rio Verde (360 quilômetros de Cuiabá) atingiram 350 milímetros no dia 25 de janeiro e o mês encerrou com mais de 990 mm de chuva. Para este mês deverá ficar próximo dos 800 mm.

Para o presidente os prejuízos na produção de grãos e fibras existem mas ainda não podem ser dimensionados com precisão. "Acredito que se as condições climáticas se mantiverem assim, as perdas para o produtor, município e estado possam ser bem maiores do que os R$ 120 milhões estimados até agora. Nós estamos realizando um levantamento que até o final da safra dará números exatos referentes ao saldo das chuvas", revela Lawisch.

Para o presidente a maior preocupação dos produtores é honrar os compromissos para a manutenção dos créditos. Na última segunda e terça-feira os municípios de Lucas do Rio Verde, Tapurah e Sorriso tiveram estado de emergência decretado. Produtores, defesa civil e técnicos do governo estadual estiveram sobrevoando a região para avaliar a situação.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink