Pressão no atacado e varejo diminui e IGP-10 desacelera alta a 0,70% em maio, diz FGV

Agricultura

Pressão no atacado e varejo diminui e IGP-10 desacelera alta a 0,70% em maio, diz FGV

Preços no atacado e para o consumidor mostraram menor pressão e o Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) desacelerou a alta a 0,70% em maio
Por:
18 acessos

Os preços no atacado e para o consumidor mostraram menor pressão e o Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) desacelerou a alta a 0,70% em maio, ante 1,00% no mês anterior, segundo os dados divulgados nesta quinta-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

O Índice de Preços ao Produtor Amplo-10 (IPA-10), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, subiu 0,84% em maio, depois de alta de 1,19% em abril. O destaque foi a movimentação dos preços do grupo Matérias-Primas Brutas, que avançaram 0,78%, após alta de 1,53% em abril, com alívio nos custos de soja, milho e mandioca.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-10), que responde por 30% do índice geral, mostrou menor pressão ao desacelerar a alta a 0,47%, de 0,73% no mês anterior. O grupo Alimentação passou a avançar 0,25%, de uma alta de 1,04% antes, com destaque para hortaliças e legumes. O Índice Nacional de Custo da Construção-10 (INCC-10) avançou 0,31%, depois de subir 0,35% em abril. O IGP-10 calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção civil entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink