Agronegócio

Primeiras lavouras de milho são semeadas no RS

Clima prejudica germinação e desenvolvimento em algumas regiões
Por: -Joana Cavinatto
2889 acessos
por

O plantio de milho avança no Rio Grande do Sul. A região mais avançada, Noroeste, já é conhecida tradicionalmente por começar a semear antes das demais. Segundo o Informe Conjuntural, elaborado pela Emater/RS-Ascar, o desenvolvimento inicial das primeiras lavouras está um pouco lento, com alguns problemas pontuais de germinação devido ao frio, granizo e chuvas acima da média.


Apesar de terem provocado “queimaduras” nas folhas, as geadas não comprometeram o desenvolvimento na maioria das áreas até o momento.  A queda de granizo ocasionou pequenas injúrias nas folhas. As demais áreas apresentam boa emergência e bom desenvolvimento. 


No Vale do Rio Pardo e na região do Alto da Serra do Botucaraí, onde as chuvas foram mais fortes, o excesso de água pode ter prejudicado o stand de plantas de algumas lavouras, inibindo a geminação devido à compactação do solo e pela perda das sementes ocasionada pela erosão nos sulcos de plantio nas lavouras mal manejadas (plantio em declive). 


Preços
Devido à entrada da safrinha no mercado e pela oferta do milho proveniente da Argentina e do Paraguai, os preços tiveram uma pequena queda. A saca de 60kg foi negociada a R$23,23 em média, caindo 0,17% na semana.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink