Principais importadores compram mais frango, mas receita continua negativa

Agronegócio

Principais importadores compram mais frango, mas receita continua negativa

Receita cambial acabou afetada
Por:
540 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.
Ainda que o comportamento da clientela tenha sido heterogêneo, entre janeiro e agosto de 2014 o grupo dos 10 principais importadores da carne de frango brasileira aumentou suas compras em 4,5%. 

Uma vez, porém, que no acumulado desse período o preço médio do produto exportado permaneceu negativo em relação aos mesmos oito meses de 2013, a receita cambial acabou afetada, fechando o período com recuo de cerca de 0,3%.

Exceto pela ascensão da Alemanha – que passou da 12ª posição no ano passado para o 9º posto neste ano – o grupo dos 10 principais importadores permanece inalterado. Mas quem mais chama a atenção no grupo é a Venezuela, que subiu do 8º para o 4º posto.

A exemplo do ocorrido com a Alemanha, a Rússia é outro país que também deve, no curto prazo, passar a integrar o quadro dos “10 mais”. Por ora está na 12ª posição. Mas vem de um remoto 21º posto entre janeiro e agosto de 2013.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink