Problema na Argentina deve ajudar o Brasil

Agronegócio

Problema na Argentina deve ajudar o Brasil

Tradicionais fornecedores mundiais de carne, os argentinos estão cada vez mais na iminência de importar carne bovina
Por:
757 acessos

O horizonte da pecuária e do confinamento é bom para o Brasil, principalmente devido aos problemas vividos pelos vizinhos argentinos, segundo Luciano Vacari, da Acrimat. Tradicionais fornecedores mundiais de carne, os argentinos estão cada vez mais na iminência de importar carne bovina.

Os dados mais recentes da Federação Agrária Argentina indicam que o rebanho do país deve recuar para apenas 47,9 milhões de cabeças na passagem deste ano para o próximo, 7,4 milhões a menos do que em 2008. Se isso ocorrer, o rebanho voltaria ao patamar da primeira parte da década de 60.

Além dessa perda, atribuída a secas e a políticas erradas do governo, a federação destaca a diferença da produção atual com a da década de 60, quando os rebanhos estavam próximos de Buenos Aires.
Com o avanço da safra de grãos no país, o gado está sendo deslocado para o norte, área de custo maior e rentabilidade menor.

Juan Lebrón, diretor da Assocon (reúne os grandes confinadores), também alerta para esse detalhe. A mudança de local exige um gado diferente, o que pode provocar mudança na qualidade da carne.

Essa mudança de cenário significa oportunidades para o Brasil, diz Lebrón, mas o Uruguai também está aproveitando bem essa chance. Sem grande mercado interno, o país se prepara para oferecer carne de qualidade para o mercado externo.

Vacari também destaca as oportunidades que a crise traz não só a Mato Grosso, o maior rebanho nacional, mas ao Brasil.

Lebrón diz que "é inacreditável ver a Argentina importar carne", uma possibilidade admitida pela própria Federação Agropecuária Argentina.

A combinação de rebanho menor e queda na produção pode levar à importação se o consumo de carne continuar em 68 quilos per capita, segundo a FAA.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink