Produção de arroz deverá ser a menor desde 2002

Arroz

Produção de arroz deverá ser a menor desde 2002

Arroz ainda continua com a colheita em andamento, a queda freou e o preço se estabilizou
Por:
1099 acessos

O arroz ainda continua com a colheita em andamento, a queda freou e o preço se estabilizou. O valor médio ficou em R$39,5 por saco. A produção total brasileira deverá ficar, pelas projeções, em torno de 10,5 milhões de toneladas, a menor produção desde 2002/2003. O feijão carioca registrou quedas e, no geral, os preços do saco de 60 kg ficaram entre R$220,00 em Goiás e R$ 240,00 em Minas Gerais. Já o preço do feijão preto se manteve ficando entre R$150,00 a R$200,00 o saco de 60 kg.

No mercado do boi gordo, os frigoríficos tiveram dificuldades para compra. Os preços médios da arroba fecharam em R$155,00 em São Paulo e R$148,00 na Bahia. O mercado dos suínos cresceu 2,4%, sendo que as maiores valorizações foram em Santa Catarina e Paraná. No Distrito Federal, o quilo ficou em R$4,21.

Os preços do frango tiveram, segundo Argemiro, a segunda maior alta no mês de março nos preços em razão do maior ritmo de exportação. O quilo vivo ficou em R$2,95 no Paraná e R$2,39 em Santa Catarina.

O Brasil Rural vai ao ar, de segunda a sexta-feira, às 5h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional AM Rio; sábado, às 5h, pela Rádio Nacional do Alto Solimões e, às 7h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional da Amazônia.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink