Produção de café deve crescer 40% na década
CI
Imagem: Pixabay
NO BRASIL

Produção de café deve crescer 40% na década

Estudo aponta que o café brasileiro vai elevar produção, produtividade e consumo
Por: -Eliza Maliszewski

O Brasil ostenta o título de líder mundial no café há mais de 150 anos. Em 2019, as exportações bateram recorde, com 40,6 milhões de sacas, 13,9% acima do ano anterior, o que rendeu ao país US$ 5,1 bilhões. Com a colheita da nova safra em andamento devem ser colhidas entre 57 e 62 milhões de sacas somente em arábica e conilon. O volume é de 15,9% a 25,8% maior em comparação ao ano passado, segundo a previsão da Conab.

Esse cenário pode ser ainda melhor daqui há dez anos. De acordo com estudo da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), entre 2019/2020 a 2029/2030, a produção de café no Brasil deverá crescer em 40%, totalizando 69,1 milhões de sacas. O Sudeste deve ampliar ainda mais a liderança na produção regional do produto. Hoje a região é responsável por 86% e 87% da produção total de sacas (49,3 milhões e 69,1 milhões) nos dois períodos.

Ainda de acordo com a pesquisa, a produtividade do café brasileiro deverá crescer cerca de 41% durante o mesmo período, apesar de uma redução de 2% da área plantada. Consumo doméstico e exportações líquidas também seguirão em alta de 28% e 7% para o período projetado.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink