Agronegócio

Produção de cana em MG registra alta de 18,4%

A produção no Estado atingiu 29 milhões de toneladas
Por: -Renato Anselmi
103 acessos

Procana Online - Com uma produção de 29 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, Minas Gerais encerrou a safra 2006/07, em 29 de dezembro, registrando um aumento de 18,4% em relação à safra passada que teve uma moagem de 24,5 milhões de toneladas, conforme levantamento do Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool e do Açúcar no Estado de Minas Gerais (Siamig/Sindaçúcar-MG).

A safra mineira foi mais alcooleira, destinando 54,6% da matéria-prima para a produção de álcool e 47,4% para açúcar. Segundo o Sindicato, a produção de álcool no Estado ficou em 1,29 bilhão de litros, alta de 34,4% em relação a safra 2005/06 que produziu 960 milhões de litros. A produção de açúcar totalizou 1,91 milhão de tonelada, aumento de 9,6% em relação à safra passada que registrou 1,74 milhão de tonelada.

As vendas para o mercado externo estão apresentando também altas significativas. A do etanol já somou 256 milhões de litros – o equivalente a 20% da safra -, representando um aumento de 91% sobre os 134 milhões de litros exportados na safra passada. As vendas de açúcar para o mercado externo já totalizam 70% da produção com volume de 1,25 milhão de toneladas, 9,7% maior que os 1,14 milhão de toneladas exportados na safra passada.

Com a implantação de novas unidades no Estado e a expansão das usinas existentes, a produção mineira deverá ser ampliada em 2007/08 e nas próximas safras. De acordo com o presidente do Siamig/Sindaçúcar-MG, Luiz Custódio Cotta Martins, o setor sucroalcooleiro de Minas Gerais está num momento de grande crescimento. “A expectativa é que a produção alcance 78 milhões de toneladas de cana em 2012”, prevê.

Segundo o assessor econômico do Sindicato, Mário Campos, duas unidades já oficializaram o início das operações em 2007: Usina Frutal, em Frutal, e a Destilaria Veredas, em João Pinheiro. Além disso, duas destilarias – a Alvorada Bebedouro e a WD – e a Usina Itapagipe, inaugurada no ano passado, vão começar a produzir açúcar. E a Itaiquara iniciará a fabricação de álcool.

As unidades Santa Juliana e Limeira D’Oeste, também inauguradas recentemente, deverão ampliar a produção. As usinas Volta Grande (Grupo Carlos Lyra) e Campo Florido (Coruripe) – conforme informações do assessor do Sindicato - estarão cumprindo um cronograma de expansão que prevê a moagem de mais de 4 milhões de toneladas de cana, por unidade, nos próximos anos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink