Produção de milho deve superar 500 mil toneladas em MS
CI
Agronegócio

Produção de milho deve superar 500 mil toneladas em MS

A área plantada foi de 98.781 hectares e é esperada produtividade de 5,5 ton/ha
Por:

Cultura que fica meio esquecida no verão devido ao plantio intensivo de soja, o milho – 1ª safra deve ter produção superior a 500 mil toneladas em Mato Grosso do Sul, caso sejam confirmadas as previsões do IBGE feitas no mês passado. A área plantada foi de 98.781 hectares e é esperada produtividade de 5.506 quilos/ha.

No sul do Estado a colheita de milho de verão começa em fevereiro em áreas consideradas pequenas em relação às de soja e safrinha. Mesmo assim, nos 13 municípios que compõem a jurisdição do IBGE de Dourados o cultivo atingiu a 28.250 hectares, devendo render 131.680 toneladas, para um rendimento médio total de 4.661 quilos/ha.

Em outras regiões do País essa é a safra principal do milho. Mas no Estado o forte da cultura é durante o inverno, ocupando parte das áreas cobertas pela soja. Os maiores produtores do milho de verão estão localizados no norte: Chapadão do Sul e Costa Rica plantaram 18 mil hectares cada um nesta safra.

No sul do Estado, o destaque é para Aral Moreira, com 7.500 hectares, seguido de Ponta Porã, com 6.000 ha; Rio Brilhante, com 3.000 ha; Amambai, 2.500 ha; Laguna Carapã, Maracaju e Nova Alvorada do Sul, com 2.000 hectares, cada um; e Dourados, com 1.800 ha, e Jateí, com 1.000 hectares.

Agricultores de outras áreas grandes produtoras de soja como Itaporã, Caarapó e Douradina plantaram pequenas lavouras – em torno de 200 a 300 hectares, optando por investir alto na oleaginosa.

As chuvas intensas ao longo de todo o mês de janeiro também ajudaram o milho – 1ª safra e a produção –, assim como a da soja, deve superar as previsões iniciais. O IBGE previu que a produtividade no centro-sul do Estado e na fronteira irá variar de 4.000 a 6.240 quilos por hectare.

O melhor rendimento do milho no sul deverá ser alcançado em Amambai com 104 sacas/ha, correspondendo a 6.240 quilos. Na região norte, está prevista a produção de 7.200 quilos por hectare, ou 120 sacas, caso de Chapadão do Sul e Costa Rica, que deverão colher 259.200 toneladas, quase metade das 543.890 toneladas estimadas para o Estado com a safra de verão.

Na safra de milho de inverno de 2006 foram cultivados 543 mil hectares em Mato Grosso do Sul que renderam, mesmo com os problemas climáticos, 1.793 de toneladas. Isso significa que a o milho de verão não chega a 30% da produção da safrinha.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink