Produção de milho encolhe 8%

Agronegócio

Produção de milho encolhe 8%

A redução foi causada pelo atraso do plantio por causa das chuvas
Por:
1402 acessos
Números do 8º levantamento da Conab apontam que a produção de milho segunda safra deve reduzir 8,4% este ano na comparação com a temporada anterior. Ao todo, está estimada a colheita de 7,057 milhões de toneladas ante 7,709 milhões de toneladas retiradas do campo na safra 2009/2010. Porém, para alguns produtores, os resultados da Conab podem estar acima do que aponta as tendências.


Por enquanto, a redução foi causada pelo atraso do plantio por causa das chuvas que foram mais prolongadas este ano e atrapalharam o plantio. Com isso os produtores, temendo quebra de produção, investiram menos em tecnologia e plantaram sementes mais baratas.

Para o presidente do Sindicato Rural de Sinop, Antônio Galvan, o principal fator que pode interferir na produção é a falta de chuvas nesta etapa da safra. "Se não chover urgentemente, a produção será inferior à que se prevê e deve ultrapassar pouco mais de 5 milhões de toneladas". Gavan explica que não se trata de contrapor ao levantamento da Conab, mas pelo que está se observando nas lavouras a chuva é um fator primordial e decisivo neste momento.


Em Primavera do Leste outra situação contribuiu para redução do milho safrinha, como é chamado. Segundo o presidente do Sindicato Rural do município, Jair Guariento, muitos produtores reduziram a área de soja e de milho para plantar o algodão. "Aqui e em Campo Verde houve redução de área plantada para substituição pelo algodão, que estava supervalorizado".

Com tal perspectiva, Antônio Galvan explica que o preço da saca deverá ser mantido nos atuais patamares, de R$ 16 em média a saca de 60 quilos. De acordo com o produtor, ano passado o milho chegou a menos de R$ 8 e havia muito estoque, diferentemente deste ano, que falta o grão em todo o mundo.


A redução de área plantada nesta segunda safra foi de 5%, passando de 1,9 milhão de hectares para 1,8 milhão de hectares e a produtividade também está menor em 3,6%, baixando de 4 mil quilos por hectare para 3,9 mil kg/ha. No geral, somando a primeira e segunda safras de milho, Mato Grosso produzirá 7,4 milhões de toneladas, 8,7% menor que as 8,1 milhões de toneladas que safra 2009/2010.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink