Agronegócio

Produção no Sul resulta em biodiesel mais caro

A produção de biodiesel de soja no PR pode ficar até 5% mais caro
Por: -Juan Velásquez
2 acessos

A Cocamar Cooperativa Agroindustrial chegou, depois de fazer cálculos de produção, à conclusão de que, produzir biodiesel de soja no Paraná teria como resultado um produto final até 5% mais caro do que o combustível tradicional do petróleo.

"Tínhamos a idéia de produzir em pequena escala com objetivo de fornecer a nossos cooperados. Mas no mercado interno só é possível produzir um biocombustível competitivo se você estiver no Centro-Oeste. A escala também pode ser inimiga dos resultados", diz o superintendente comercial da Cocamar, Celso Carlos dos Santos.

A empresa não recuou do objetivo de entrar no mercado de biocombustível. "Vamos esperar o cenário de produção se formar no mundo. Poderemos participar como produtores ou como fornecedores de matéria-prima. Depois do avanço da produção do biodiesel, veremos se o melhor será produzir e exportar ou apenas fornecer para fábricas mais próximas dos maiores mercados consumidores", diz o empresário.

A Comacar não descarta associar-se a um projeto maior que veja, por exemplo, uma vantagem em produzir do Sul para exportar. Segundo o superintendente comercial, a empresa já tem recebido ofertas neste sentido, mas deve esperar parar ver o que será mais vantajoso a seus cooperados. "Somos uma empresa regional, não vamos produzir em outro estado e podemos estudar propostas, mas no futuro."

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink