Produtividade do milho cresceu 228% no MS

Agronegócio

Produtividade do milho cresceu 228% no MS

Há 30 anos, a produtividade média de um ha de milho 1ª safra era de 1.743 quilos do grão, enquanto na safra 2006/07 o rendimento havia saltado para 5.720 quilos por ha
Por:
179 acessos

A produtividade das lavouras cultivadas com milho na primeira safra, em Mato Grosso do Sul, cresceu 228% nos últimos 30 anos. Na safra 1978/79, imediatamente posterior à divisão do Estado, a produtividade média de um hectare cultivado com milho 1ª safra era de 1.743 quilos do grão, enquanto na safra 2006/2007 o rendimento havia saltado para 5.720 quilos por hectare; ou seja, em três décadas os investimentos em pesquisas e tecnologia ampliaram o rendimento médio de um hectare em MS em quase 4 mil quilos de milho.

Apesar de apresentar melhor produtividade, o milho 1ª safra perdeu representatividade se comparado ao crescimento registrado na produção de milho safrinha (2ª safra). Nos últimos 30 anos, o cultivo de milho na safra de verão se manteve praticamente constante em MS ocilando em torno de 100 mil hectares plantados, com produção que em 78/79 totalizava 176 mil toneladas, chegou ao patamar máximo de 1,294 milhão de toneladas em 96/97, mas recuou à casa de 560 mil toneladas colhidas na 1ª safra deste ano.

Já o milho safrinha passou a ser comercializado no Estado somente a partir da safra 1989/90 em substituição às lavouras de trigo. Na safra de 87, MS chegava a plantar 441 mil hectares de trigo, com produção de 498 mil toneladas. No entanto, o potencial de cultivo do milho prevaleceu nos anos subsequentes e as lavouras de trigo foram sendo, anualmente, substituídas pelo milho como cultura de inverno.

Com isso, a primeira safra de inverno de milho colhida em Mato Grosso do Sul, no ciclo 89/90, totalizou 12,3 mil toneladas do produto, cultivadas em 6,5 mil hectares. Dez anos depois, na safra de 2000/01, a produção já havia crescido para 970,3 mil toneladas, colhida em uma área de 328,9 mil hectares. Na safra 2002/2003, a produção de milho safrinha disparou e os 582,5 mil hectares plantados com a cultura no inverno renderam 2,359 milhões de toneladas, em função, principalmente, da produtividade recorde alcançada na 2ª safra daquele ano, de 4.050 quilos por hectare. Na safrinha deste ano, a área cultivada com milho totalizou 740,2 mil hectares, com produção de 2,257 milhões de toneladas de milho.

Segundo a Conab, em menos de 20 anos a produção de milho foi iniciada no Estado e saltou de 12,3 mil toneladas (89/90) para 2,257 milhões de toneladas (06/07), consolidando-se como a segunda maior cultura agrícola produzida no Estado, atrás apenas da soja. Nas últimas duas décadas, no entanto, a produtividade do milho na safrinha registrou produtividade média inferior à do milho 1ª safra, uma vez que a cultura de inverno é considerada de grande risco e sofre muitas perdas com as oscilações climáticas.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink