Produtor retém milho na espera de novas valorizações das cotações

Agronegócio

Produtor retém milho na espera de novas valorizações das cotações

Apesar da alta internacional e do avanço da safra brasileira, o mercado interno de milho esteve calmo nos últimos dias
Por: -Janice
221 acessos

Apesar da alta internacional e do avanço da safra brasileira, o mercado interno de milho esteve calmo nos últimos dias, sem reação da demanda e com produtores esperando novas valorizações das cotações. Nessa segunda-feira, o Indicador Esalq/BM&F (Campinas – SP) fechou a R$ 25,61/sc de 60 kg, recuo de 1,8% em relação à segunda anterior. Na Bolsa de Chicago (CBOT), a cotação do milho bateu novo recorde na semana passada. Entre 27 de março e 3 de abril, o contrato Maio/08 na CBOT subiu 8%, para US$ 6,00/bushel (US$ 236,21/t) na quinta, 3, maior valor já registrado. O aumento nos preços externos esteve atrelado à divulgação dos dados da safra americana 2008/09 pelo USDA, que indica redução na área de milho, perdendo espaço para a soja. As informações são da assessoria de imprensa do Cepea.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink