Produtores apresentam plano para reestruturar setor no PR

Agronegócio

Produtores apresentam plano para reestruturar setor no PR

Cafeicultores querem apoio para implantar modelo técnico que privilegie a produção de qualidade e que possa ser inserido no mercado
Por:
171 acessos

Representantes da Câmara Setorial do Café entregaram ao secretário da Agricultura e do Abastecimento do Paraná, Norberto Ortigara, um plano de reestruturação e difusão de tecnologia para a cafeicultura estadual que alia mecanização e boas práticas de manejo. Os produtores querem apoio do governo para implantação de um modelo técnico que privilegie a produção de qualidade e que tenha condições de ser inserido no mercado. O plano prevê a substituição da colheita manual de café pela colheita mecanizada para reduzir a dependência da mão de obra principalmente no período da colheita. Para o secretário-executivo da Câmara Setorial do Café, Paulo Franzini, o desafio é profissionalizar cada vez mais o setor para dobrar a produtividade de 20 para 40 sacos por hectare. O Paraná tem 12 mil produtores de café, a maioria com áreas de cultivo entre 3 e 4 hectares, e produz anualmente entre 1,7 milhão a 2,3 milhões de sacas do grão. Um dos maiores gargalos do setor é a baixa capacidade de financiamento para investimentos devido ao endividamento. Estima-se que o passivo da cafeicultura paranaense é de R$ 82,3 milhões, dos quais R$ 7,4 milhões são dívidas já vencidas.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink