Produtores canadenses visitam Sistema Ocepar
CI
Agronegócio

Produtores canadenses visitam Sistema Ocepar

Os agricultores visitaram o Porto de Paranaguá, a Castrolanda e a Fundação ABC,
Por:
Um grupo de 27 agricultores do Canadá esteve na manhã dessa terça-feira (31-01), na sede do Sistema Ocepar, em Curitiba. Além do Sistema Ocepar, os agricultores visitaram o Porto de Paranaguá, a Castrolanda e a Fundação ABC, ambas em Castro. Depois eles seguiram viagem para o Mato Grosso, com o objetivo de conhecer grandes propriedades agrícolas. Durante a visita ao Sistema Ocepar, o analista técnico e econômico, Gilson Martins, apresentou dados econômicos do Brasil e do Paraná, falou das características da doutrina cooperativista e dos princípios e valores que norteiam sua ação, mostrou o perfil das cooperativas do Paraná e falou sobre a participação delas na economia do estado. Também explicou o papel da Ocepar na defesa dos interesses do setor, e também do Sescoop no processo de formação, capacitação, monitoramento e autogestão das cooperativas. Em seguida, o coordenador de comunicação do Sistema Ocepar, Samuel Milléo Filho apresentou os filmes que integram a campanha de valorização do cooperativismo paranaense e que estão sendo veiculadas na mídia do estado.


Impressionados - "Conseguimos ver a importância e a grandeza das cooperativas do Paraná. Isto impressionou muito. O que temos a dizer que é os paranaenses continuem apostando nesse modelo econômico que tanto tem gerado riquezas para o estado", disse o coordenador do grupo, Mike Ondrejicka. O consultor empresarial, Nadiel Pacheco Kowalski, que conduziu o grupo pelo Brasil, também destacou a importância desse tipo de visita técnica. "Uma viagem técnica é uma experiência de vida, porque permite comparar realidades e adquirir conhecimentos", afirmou.


Paraná - O modelo cooperativista é praticado há mais de cem anos no Paraná, sendo que as cooperativas vem ampliando sua força e presença nos municípios em que estão inseridas. Divididas em ramos (agropecuário, crédito, educação, saúde, transporte, entre outros), as cooperativas paranaenses geram mais de 1 milhão e 500 mil postos de trabalho e possuem, juntas, 680 mil cooperados. Hoje mais de 2,5 milhões de paranaenses dependem das ações do cooperativismo. O setor responde por cerca de R$ 1,25 bilhão em impostos recolhidos aos governos municipal, estadual e nacional, sendo que em muitos munícipios a cooperativa é a principal empregadora e mola propulsora do desenvolvimento local, realizando ainda um efetivo trabalho na viabilização dos negócios de seus cooperados.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.