Produtores de aço negam aumentos abusivos
CI
Agronegócio

Produtores de aço negam aumentos abusivos

Por: -Admin

Os produtores brasileiros de aço garantiram ontem (11-03) ao governo federal o abastecimento do mercado interno e refutaram as denúncias de aumentos abusivos de preços apresentadas pelos setores consumidores ao ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan. "Nós não somos o vilão da inflação", disse o presidente do Instituto Brasileiro de Siderurgia, José Armando Campos, depois de um encontro de mais de três horas convocado pelo ministro.

As listas de preços com os aumentos já realizados e os previstos para os próximos meses, apresentadas por indústrias consumidoras de aço ao ministro, foram exageradas, disse Campos. Segundo ele, se os produtores de aço não tivessem repassado os aumentos dos insumos importados para os preços domésticos, "logo estaríamos aqui doentes, pedindo ajuda ao ministro, batendo na porta do BNDES".

Para Campos, além da depreciação cambial, que ainda não foi totalmente repassada ao mercado interno, a entrada da China no mercado consumidor fez dobrar a cotação de alguns produtos em 2002. Furlan pediu aos empresários a criação de um Fórum Setorial de Competitividade, para que haja uma negociação entre produtores e consumidores. Segundo Campos, o fórum será criado ainda este mês.

O ministro Furlan limitou-se a distribuir uma breve nota à imprensa sobre o encontro. "Os representantes do setor entenderam este momento delicado que o País atravessa, quando há esforço muito grande do governo para construir a credibilidade que possibilitará a redução do risco Brasil, a queda dos juros e a reativação da economia. Nesse sentido, houve um comprometimento do setor de trabalhar para que o pleno abastecimento do mercado contribua para a normalidade dos preços. Nos reuniremos dentro de algumas semanas para avaliar os efeitos dessas medidas e para discutir os programas de investimento que visam à ampliação da produção brasileira", afirmou a nota.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink