Produtores de Águas Formosas se capacitam em gestão para superar a crise

Agronegócio

Produtores de Águas Formosas se capacitam em gestão para superar a crise

Os cuidados com a fazenda Ademir Caldeira Silva aprendeu com o pai, ainda quando criança.
367 acessos

Os cuidados com a fazenda Ademir Caldeira Silva aprendeu com o pai, ainda quando criança. Mas foi anos depois que ele entendeu a necessidade de uma gestão mais organizacional na propriedade. Em 2012, já como responsável da Fazenda Boa Sorte, ele participou do programa Gestão com Qualidade em Campo (GQC), realizado pelo Senar Minas no município de Machacalis, no Vale do Mucuri.

“Apesar de já ter uma certa organização que havia aprendido com o meu pai, o GQC ampliou a minha visão e passamos a errar menos e a acertar mais. Foi uma experiência que trouxe uma enorme mudança na vida da nossa família. Eu tive o apoio e a parceria da minha mulher Vanusa no GQC, que teve como instrutora Teí Gazzinelli”, lembrou Ademir.

E foi novamente Teí Gazzinelli que encerrou nesta semana mais um GQC, desta vez no município de Águas Formosas, também no Vale do Mucuri. O evento teve início em março deste ano e foi uma realização do Sindicato dos Produtores Rurais de Águas Formosas, em parceria com o Senar Minas e o Credicar Sicoob Carlos Chagas.

“Como instrutora desde o princípio do GQC, em 2006, sou suspeita. Sempre consigo encontrar, ver, detectar grande aproveitamento nas turmas que passam por mim. Já foram 28 turmas desde 2006, em regiões diferentes como no Vale do Mucuri, Vale do Rio Doce, Região Sul do Estado, Vale do Jequitinhonha, Zona da Mata Mineira. Em todas elas obtivemos muito bons resultados”, garante a instrutora.

GQC e a crise

No GQC em Águas Formosas, foram ao todo 10 propriedades e 19 participantes. Em tempos de crise, a instrutora ressalta a importância de uma boa administração a frente de uma propriedade rural.

“Estamos em pleno século XXI e aquele ou aquela que não se conscientizar e conduzir sua propriedade como uma empresa, está fadado ‘à morte’, a deixar o mercado. Pode ser muito forte dizer isto, mas é a realidade. Temos presenciado a queda de tantas empresas na situação atual do Brasil que não há como não pensar na área rural também. Afinal, o setor que tem segurado o PIB nacional é o nosso, o setor primário. Então, a grande importância de uma boa administração, de uma gestão empresarial na fazenda, é a de propiciar a permanência da empresa rural no mercado, é a de mostrar que é possível ter lucro no campo, é possível continuar gerando empregos, gerando trabalho”.

A regional do Senar Minas em Governador Valadares tem atuação constante na realização de GQC’s, especialmente nos Vales do Rio Doce e Mucuri. Para a instrutora, os produtores destas regiões têm se antecipado e se organizado no sentido de gerenciar a empresa rural dentro das técnicas adequadas, reconhecendo a importância da permanência no mercado, que, segundo ela, é a única chance que se descortina para o setor.

“Tanto o Vale do Rio Doce quanto o Vale do Mucuri são regiões com grande potencial na pecuária e, como eu já disse, é a chance de permanência. Precisamos de muito mais cursos e capacitações, muito mais participação direta do empresário, produtor, nestas capacitações. Acredito que este despertar que vem ocorrendo aqui seja contagiante e que nós consigamos ampliar em muito os cursos de gestão. O GQC apresenta-se como uma solução inicial”.

Parceria

Além das entidades cooperadas ao Senar Minas, outra parceria que tem destaque na realização dos GQC's na regional Valadares é com o Credicar Sicoob. Em Carlos Chagas, segundo o diretor-presidente do Sicoob, Valdeí Costa Barbosa, o curso supre uma das maiores carências no Vale do Mucuri, que é o problema de gestão.

“O produtor rural passa adotar uma postura empresarial e conhecer melhor o seu negócio, de forma a tomar decisões com base em um planejamento elaborado, atuar na redução de custos e otimizar os recursos da propriedade. Outro fato importante é capacitar um outro membro da família ou de confiança maior, ampliando a visão empresarial das pessoas envolvidas na propriedade. Nós fazemos questão de ser parceiros e oferecer turmas todo o ano porque acreditamos no valor do curso. O GQC agrega valor e provoca mudanças reais nas vidas dos produtores rurais”, destaca Valdeí.

De acordo com o gerente regional do Senar Minas em Valadares, Ulisses Silveira Costa, desde 2009, 11 GQC’s já foram realizados no Vale do Mucuri. Em Águas Formosas, esta foi a segunda turma capacitada e novamente com a parceria do o Credicar Sicoob Carlos Chagas.

“A importância do GQC para esta turma que terminou em Águas Formosas, como para todas as outras, é a possibilidade de gerenciar a fazenda como empresa, tomando consciência dos valores que ele, empresário, tem em sua propriedade. Depois do GQC eles passam a dar importância a coisas que antes nem percebiam existir”, ressalta Ulisses.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink