Produtores de Iraí de Minas aprendem a fabricar queijos especiais

Agronegócio

Produtores de Iraí de Minas aprendem a fabricar queijos especiais

Produtores rurais da região de Iraí de Minas, no Alto Paranaíba, receberam no início deste mês treinamento para Fabricação de Laticínios.
331 acessos

Produtores rurais da região de Iraí de Minas, no Alto Paranaíba, receberam no início deste mês treinamento para Fabricação de Laticínios / Produtos Especiais, realizado pelo Senar em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Iraí de Minas.

O treinamento ocorreu na comunidade rural de Vendinha, a aproximadamente 15 quilômetros da cidade, onde predomina a produção de leite.  A maior parte dos participantes já produzia o queijo fresco, famoso “queijo de Minas”, mas aprenderam os tipos especiais da iguaria, como os queijos provolone, morbier, parmesão, coalho e prato. “Os participantes agora poderão diversificar os produtos, aumentar a renda familiar, e contribuir para melhorar a alimentação das pessoas”, destaca a instrutora do curso e economista doméstica Aparecida Alves.

Sílvia Silva e o marido produzem leite há 20 anos na mesma região. Atualmente produzem aproximadamente 350 litros de leite por dia. Parte da produção é vendida para uma cooperativa, e o restante é transformado em queijo fresco e queijo muçarela. Os produtos são comercializados na Feira do Produtor Rural de Iraí de Minas, que ocorre aos sábados na praça da igreja matriz. Após o treinamento, Sílvia está disposta a evoluir nos negócios. “Quem compra meus queijos não compra de mais ninguém. Agora quero fazer os queijos finos para comercializar, e espero aumentar minha renda”, relata a produtora.

Mas o treinamento vai além da diversificação de produtos. “Os participantes também recebem orientações sobre técnicas de higiene durante a produção, conservação dos queijos, rotulagem e embalagem, além de análises e pasteurização do leite, e ainda as leis em que se apoiam os órgãos fiscalizadores da produção artesanal de queijos”, detalha a instrutora.

Rosana Souza também participou do treinamento. Ela e o marido produzem aproximadamente 50 litros de leite por dia. Tudo vira queijo fresco, que é comercializado em supermercados de toda a cidade. “Fiquei impressionada com tantos detalhes na produção dos queijos. É tudo muito organizado, a cozinha é muito bem higienizada, e tudo tem seu devido lugar”, revela.

A mobilizadora do sindicato de Iraí de Minas, Josiane de Andrade, ressaltou a importância do treinamento para os produtores de queijos. “Valoriza o produto deles. É difícil trabalhar com leite, tem época que está bom, tem época que está ruim, mas tendo conhecimento, dá pra agregar valor nos produtos e nunca deixar de lucrar”, aponta.

O gerente regional do Senar Minas, Sérgio de Carvalho Coelho, destaca que o curso foi uma segunda etapa para os participantes. “Na primeira, foram trabalhados os produtos mais comuns e desta vez os queijos finos, de alto valor agregado. Esperamos contribuir ainda mais para o aumento da renda dos nossos produtores rurais”.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink