Produtores de milho do Noroeste do RS comemoram anistia de dívidas

Agronegócio

Produtores de milho do Noroeste do RS comemoram anistia de dívidas

A anistia do irá beneficiar 230 mil agricultores no Estado
Por: - Cleuza Noal Brutti
1644 acessos
A decisão do Governo do Estado de abrir mão de R$ 33 milhões ao anistiar, na terça-feira (03-04), as dívidas de pequenos produtores de milho está sendo comemorada na região Noroeste, a mais castigada pela estiagem. “Se não fosse esse benefício, os agricultores teriam de se desfazer de alguns bens para pagar as dívidas, por isso nós estamos muito gratos”, disse o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Campo Novo, Hermínio Fin.

Graças ao perdão do Governo do Estado, em Campo Novo, segundo Fin, 40 produtores deixarão de pagar R$ 273.402. “Esse é um dinheiro que fica na mão do produtor”, analisou o gerente da Emater/RS-Ascar da região administrativa de Ijuí, Geraldo Kasper.

No Rio Grande do Sul, a anistia do Governo do Estado irá beneficiar 230 mil agricultores que retiraram operações do Programa Troca-Troca de Sementes de Milho nos planos Safra 2011 /2012, Safrinha e Safrinha Emergencial no mesmo período e que residem em municípios que tenham decretado estado de emergência em função da estiagem, bem como dos Sindicatos e Associações que também operam o Programa e que estejam localizados em municípios da mesma situação. “A proposta prevê, ainda, que para os municípios que não tiveram decretada situação de emergência, o Executivo fica autorizado a subsidiar integralmente e a não cobrar o valor relativo às sementes fornecidas aos produtores que comprovarem perda igual ou superior a 30% da produção”, explicou Kasper.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink