Produtores de pinhão de SC devem lucrar mais com a safra deste ano

Agronegócio

Produtores de pinhão de SC devem lucrar mais com a safra deste ano

Miranda explica que a principal concorrência dos agricultores do Estado é o produtor do Paraná
Por:
1696 acessos
A colheita do pinhão foi oficialmente permitida a partir do dia 1° de abril, porém a comemoração dos produtores ficou mais intensa apenas no último dia 13, quando foi aprovada, por unanimidade dos deputados, a lei do governo do Estado que isenta o pinhão do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), cuja taxa era de 17%.


A lei deve entrar em vigor nesta safra, mas ainda precisa da sanção do governador. Mesmo com a isenção, o Secretario Municipal da Agricultura de Painel e integrante da Associação dos Produtores de Pinhão, João Melo Miranda, acredita que o preço não deve baratear para o consumidor final.


Preço deve subir

"A safra vai ser boa, porém o preço está muito baixo para os produtores, cerca de R$ 1,20 por quilo. Se as temperaturas caírem mais, o valor vai subir para até R$ 2 o quilo", comenta.

Miranda explica que a principal concorrência dos agricultores do Estado é o produtor do Paraná, que segundo ele, tem uma semente de menor qualidade. "Queremos montar uma cooperativa para que os produtores trabalhem na venda, sem precisar dos atravessadores. Isso pode reduzir o preço para a população".


Variação

Em Lages, o aposentado Aldair da Silva encontrou a semente da araucária por R$ 1,99 no início da colheita. Atualmente, ele explica que os supermercados estão vendendo a uma média de R$ 2,50. "No ano passado o preço estava mais caro", lembra Silva.

Em Florianópolis, o quilo do pinhão pode ser encontrado por R$ 3,98. A dona de casa, Valdeny Inácio, alerta que ainda não é o momento de comprar pinhão nos supermercados, porque alguns vendem a semente do ano passado.

"É melhor esperar mais alguns dias e comprar o produto novo, com qualidade", reitera Valdeny.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink