Produtores recebem R$ 341 milhões do seguro rural
CI
Imagem: Pixabay
PERDAS

Produtores recebem R$ 341 milhões do seguro rural

Fatores climáticos levaram ao acionamento do seguro por 9 mil apólices
Por: -Eliza Maliszewski

Cerca de 10% dos produtores rurais que contrataram o seguro rural buscaram a indenização em 2019. Os dados divulgados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) mostra que, das 95 mil apólices contratadas 9 mil foram acionadas.

O volume de indenizações chegou a R$ 341 milhões. Fatores climáticos foram os responsáveis. A seca motivou o pagamento de R$ 168,2 milhões no total. Na sequência vem a geada (R$ 73,6 milhões), o granizo (R$ 59,7 milhões) e a chuva excessiva (R$ 23,4 milhões).

Já em culturas as mais afetadas foram as de milho 2ª safra, soja, trigo, uva e maçã. No caso do milho 2ª safra, 2.639 apólices foram sinistradas, principalmente pela seca, o que resultou em R$ 102 milhões (30%) em indenizações pagas aos produtores.

O Diretor do Departamento de Gestão de Riscos do Mapa, Pedro Loyola, explica que o valor de R$ 341 milhões reflete apenas parte do total pago pelas seguradoras em 2019 e que metade das apólices contratadas no Brasil não tiveram acesso ao PSR naquele ano.
“Em 2019, as seguradoras pagaram R$ 2,4 bilhões em indenizações, porém parte dessas apólices não foram subvencionadas. Neste ano, devemos disponibilizar o orçamento de R$ 955 milhões para subvencionar a contratação das apólices, esperamos com isso atender quase toda a demanda por seguro”, explica. 

Em 2019, o valor total segurado com o incentivo do PSR foi de R$ 20 bilhões, o maior desde o início do programa em 2006, para 2020 a estimativa é que esse valor alcance R$ 43 bilhões. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink