Produzir algodão no MT fica mais caro
CI
Algodão

Produzir algodão no MT fica mais caro

A paridade de julho de 2020, no entanto, vem superando os custos, com média em maio de R$ 100,45, por arroba
Por:

Os produtores de algodão tiveram, em abril, um novo “aperto”. Neste período, o custo operacional na lavoura ficou 0,83% mais alto, se comparado ao mês de março. Para se produzir um hectare, os cotonicultores do estado precisaram desembolsar R$ 9.015,96.

A alta está ligada à elevação do dólar que influenciou, principalmente, nos insumos. Os que tiveram maior impacto foram os defensivos e a semente do algodão.

Para cobrir suas despesas, os produtores de algodão devem negociar a pluma “a um preço médio de R$ 78,70, por arroba”. É o que o indica o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

A paridade de julho de 2020, no entanto, vem superando os custos, com média em maio de R$ 100,45, por arroba.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.