Profissionais do projeto Paisagens Rurais recebem capacitação em conservação do solo e da água
CI
Imagem: Divulgação
AGRONEGÓCIO

Profissionais do projeto Paisagens Rurais recebem capacitação em conservação do solo e da água

Senar que atuam no projeto Paisagens Rurais participaram de um webinar
Por:

Mais de 60 profissionais do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) que atuam no projeto Paisagens Rurais participaram, na manhã desta quarta (9), de um webinar focado em temas relacionados à conservação do solo e da água nas propriedades. 

O projeto Paisagens Rurais vai beneficiar quatro mil propriedades rurais da Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Tocantins por meio da Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) gratuita.

A coordenadora do Paisagens Rurais no Senar, Bárbara Evelyn Silva, ressalta que “o sucesso das ações e o alcance dos objetivos do projeto dependem da transferência de tecnologias e disseminação de conhecimentos realizados de forma contínua, em especial na preparação das equipes de campo, que estarão em contato direto com os produtores beneficiados. Neste sentido, os assuntos abordados no evento contribuirão para que os coordenadores, técnicos e supervisores tenham ainda mais recursos para desenvolver a ATeG com foco na gestão integrada da paisagem”.

A programação foi dividida em dois painéis com palestras de pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

O pesquisador da Embrapa Cerrados, José Felipe Ribeiro, destacou que o compartilhamento de conhecimentos reforça a importância da integração da pesquisa proporcionada pela instituição e transferência de conhecimentos via Senar.

“Capacitar a equipe para participar da gestão da propriedade rural, por meio do manejo sustentável da água, do solo e da biodiversidade em agroecossistemas e em ecossistemas naturais é fundamental. A aplicação dos conceitos para a adoção de estratégias de recuperação e renovação de pastagens degradadas, recomposição da vegetação nativa e conservação da biodiversidade no bioma Cerrado vai ser complementar às atividades nas mais de 4.000 propriedades”.

No primeiro painel, o pesquisador da Embrapa, Sergio Abud, expôs os impactos do manejo e da conservação da água e do solo, demonstrando os fatores que afetam a produtividade na lavoura.

O pesquisador da Embrapa Trigo, José Eloir Denardin, detalhou os desafios do adensamento e compactação dos solos e seus impactos na sustentabilidade da atividade agropecuária.

Já no segundo painel, as boas práticas agrícolas para o manejo e a conservação de solo foram apresentadas pelo pesquisador da Embrapa Cerrados, Marco Aurélio Carolino de Sá. Em seguida, o pesquisador da Embrapa Dourados, Júlio Cesar Salton, mostrou aos participantes a contribuição das plantas de cobertura para melhoria do perfil do solo.

O gestor técnico do Paisagens Rurais no Senar Minas Gerais, Ricardo Tuller, foi um dos participantes.

“A conservação do solo e da água estão estritamente ligadas aos objetivos do projeto. Eventos como este são muito importantes para agregar conhecimento e trazer maior segurança aos nossos técnicos de campo durante a abordagem do assunto junto aos produtores rurais”, concluiu.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink