Projeto de combate à aftosa já atingiu 3.500 pessoas no Pará

Agronegócio

Projeto de combate à aftosa já atingiu 3.500 pessoas no Pará

O trabalho, que coincide com a 1ª etapa de vacinação deste ano no estado, vai cobrir os 15 municípios
Por:
1 acessos

Almeirim (Pará) – Com um saldo de 53 palestras, 12 seminários municipais e um total de 3.511 participantes, a equipe do projeto “Brasil Livre de Febre Aftosa” chegou hoje (12/05) em Almeirim. Este é o 13º município visitado na segunda etapa do projeto lançado em novembro de 2004 em Santarém pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues.

Idealizada pelo Ministério da Agricultura e executada em conjunto com a Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará) e apoio do Fundo de Desenvolvimento da Pecuária (Fundepec), a iniciativa visa conscientizar lideranças políticas e rurais, produtores, estudantes e a sociedade em geral sobre a importância da erradicação da febre aftosa em todo o país.

O trabalho, que coincide com a 1ª etapa de vacinação deste ano no estado, vai cobrir os 15 municípios das regiões do Baixo e Médio Amazonas, ainda consideradas de alto risco para a doença. Nesse esforço conjunto, foram mobilizados oito veterinários, um biólogo e o barco-escola Boto Tucuxi, que desde o dia 17 de abril já ultrapassa 112 horas de viagem pelos rios Amazonas, Tapajós, Nhamundá, Trombetas e Xingu.

Com a campanha, o ministério e a Adepará pretendem manter o índice de cobertura vacinal alcançado em novembro do ano passado, quando o governo estadual subsidiou a vacina. Segundo a gerente regional da Adepará em Santarém, Cinthia Sobral, nos três municípios visitados na 1ª etapa do projeto (Santarém, Oriximiná e Monte Alegre), a vacinação superou 90%.

Este índice também foi alcançado nos demais municípios das regiões citadas. Agora, mesmo sem o subsídios, a equipe do projeto acredita que o percentual será mantido, graças ao trabalho de conscientização que vem sendo desenvolvido.

Outras doenças – Além de conscientizar sobre os prejuízos causados pela febre aftosa, os veterinários vêm divulgando informações sobre a identificação da doença, a quem recorrer em caso suspeito, técnicas corretas de vacinação, manuseio e conservação da vacina e trânsito de animais.

A equipe também vem orientando a sociedade em geral sobre o risco e controle de outras doenças como brucelose, tuberculose e raiva, para as quais o ministério e a Adepará possuem programas específicos de combate.

A Adepará também está utilizando em todos os municípios visitados a campanha para formação de Comissões Municipais de Sanidade Animal (Comusa´s). Elas apoiarão as Unidades Locais de Defesa no trabalho de mobilização e conscientização da sociedade.

Após cumprir um extenso programa de palestras e a realização de mais um seminário em Almeirim, o barco-escola segue hoje à noite para o município de Prainha. (PA)


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink