Proteção no pós-abertura assegura silagem de qualidade

Agronegócio

Proteção no pós-abertura assegura silagem de qualidade

A proteção da silagem contra o ataque de fungos no pós-abertura é um fator determinante para garantir um material de boa qualidade
Por: -Redação
44 acessos

“A proteção da silagem contra o ataque de fungos e leveduras no pós-abertura do silo é um fator determinante para garantir o fornecimento de material nutricional de boa qualidade aos animais”, segundo o médico veterinário Paulo Soeiro, gerente da Lallemand Animal Nutrition no Brasil, que destaca as características de ação do inoculante biológico Lalsil Milho.

Segundo Soeiro, a ensilagem, “quando realizada dentro das técnicas recomendados garante o fornecimento de alimento de boa qualidade durante todo o período crítico de estiagem. Em conseqüência, os custos de produção são minimizados e se mantêm os índices produtivos e reprodutivos”. Para o técnico, o milho e o sorgo “têm sido forrageiras de grande utilização no processo de ensilagem, pois são culturas tradicionais, se adaptam facilmente para este fim, com boa qualidade nutricional”.

O gerente da Lallemand informa que Lalsil Milho promove a aceleração do processo de acidificação da ensilagem, limitando o risco de formação de ácido butírico e o desenvolvimento de bactérias que podem representar riscos à saúde dos animais. Segundo Soeiro, o produto atua com a combinação específica das bactérias Lactobacillus plantarum MA18/5U e Propionibacterium acidipropionici MA26/4U, “assegurando proteção à ensilagem através dos efeitos combinados da acidificação e da melhor estabilidade aeróbica”.

Soeiro explica que a acidificação rápida impede as fermentações indesejáveis, consegue uma redução rápida do pH e mantém o material protegido dos ataques de microrganismos que ocorrem no pós-abertura do silo. Com esse efeito, também consegue reduzir as perdas por produção de álcool. O produto é indicado para ensilagem de milho, sorgo e gramíneas com matéria seca maior que 35%. Promove grande inibição do crescimento de fungos pela alta produção de ácido propiônico, favorecendo maior estabilidade na abertura do silo, inibindo o crescimento de bactérias.

O produto é apresentado em pó solúvel em água para aplicação líquida, acondicionado em sachês de 200g para tratar 80 toneladas de milho e sorgo planta inteira e 40 toneladas de silagem de grão úmido. As informações são da assessoria de imprensa da Lallemand.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink