Pulgões e ácaros atacam lavouras de soja no Rio Grande do Sul
CI
Agronegócio

Pulgões e ácaros atacam lavouras de soja no Rio Grande do Sul

Por:

Um surto de pulgões e ácaros pouco comuns na cultura da soja vem atingindo a lavoura na região de São Borja, no Rio Grande do Sul, e ampliando os prejuízos já acarretados pela estiagem. O diretor da Emater/RS no município, Sérgio Motta Alende, diz que os agricultores precisam redobrar a atenção porque os ácaros são de difícil identificação.

O inseto se confunde com a coloração do grão e se aloja sob as folhas, permitindo o ataque de outras pragas e patologias na planta. O técnico admite a hipótese de que o surto possa ter sido provocado "pelo uso de sementes transgênicas" e ressalta que, uma vez identificado o problema, é preciso ser feito o contole químico.

Como os 60 mil hectares de soja plantados em São Borja se encontram em fase de floração e enchimento de grão, Alende destaca que é indispensável a aplicação de defensivos, para que as perdas provocadas pela estiagem não sejam ainda maiores.

Em algumas localidades no interior de São Borja não chove desde o final de dezembro e a projeção é de que, em função disso, a quebra de produção possa ultrapassar os 30%. Na média, o prejuízo é calculado entre 15% e 20% em relação aos 2,1 mil kg por hectare previstos inicialmente.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink