Punjab proibirá venda de formulações de glifosato

MUNDO

Punjab proibirá venda de formulações de glifosato

Herbicida continua permitido para uso em jardins de chás e áreas não agrícolas
Por: -Leonardo Gottems
567 acessos

O governo do estado indiano de Punjab proibiu a venda de todas as formulações contendo glifosato, um dia depois que um tribunal em San Francisco, nos Estados Unidos, confirmou a condenação do herbicida. No entanto, a decisão abre ressalva para a aplicação de glifosato em jardins de chá e áreas não agrícolas. 

Em uma ordem emitida na terça-feira (23.10), o departamento estadual de agricultura pediu a todos os fabricantes de pesticidas, comerciantes e revendedores que não vendessem as formulações e concentrações de glifosato e devolvessem as ações não utilizadas às empresas que as forneceram. Além disso, também solicitou às autoridades de licenciamento que tomassem as medidas necessárias para remover as entradas do glifosato das licenças por eles emitidas. 

De acordo com o governo, o Comitê Central de Inseticidas e o Comitê de Registro recomendaram este herbicida somente para uso em locais específicos porque o estado não tem muitos jardins de chá e muito pouca área não cultivada. Nesse cenário, Punjab é o quarto estado depois de Andhra Pradesh, Telangana e Maharashtra para regular a venda de herbicida. "O uso do glifosato é regulado por causa de seus efeitos nocivos sobre a saúde humana", disse um comunicado oficial. 

Uma reunião convocada pelo Secretário de Agricultura da União em Nova Deli, em junho, concluiu que não existe uma necessidade de uma proibição total do glifosato, com os Estados podendo restringir sua venda por meio de pedidos específicos. O estado que não possuir jardins de chá poderá efetuar a proibição total do herbicida.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink